bedtime.

a vida é
por vezes
tão escura quanto
é brilhante

vou
venho
a estou
em lugar algum
nenhum.

preto
que cobre,
abraça
e derrete em meu corpo

me pergunto
quem me segurará em pé?

preciso deitar.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *