sopro.

sinto-me completamente vazio.
será assim que nós finalmente nos integramos ao mundo?
os encontros são bem-vindos, mas se tornam cada vez mais como
choques curtos que
mexem comigo, mas não me movem.

e finalmente
nas madrugas
me derreto em melancolia

doce e infeliz sopro
aquele que por aqui passou.
já fazem anos
e nunca mais voltou.

Leave a Reply

Your email address will not be published.